Vaginite aeróbica aumenta risco de ter uma citologia cervical alterada


É sabido que a infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV) é condição sine qua non para o desenvolvimento do cancro do colo do útero. Contudo, a infecção por este vírus é muito comum, mas apenas uma minoria das mulheres infectadas tem citologias alteradas e, menos ainda, lesões cervicais graves.

Outros factores têm que ser considerados, nomeadamente do meio vaginal. Alguns estudos têm sugerido um papel de relevo para a bacteriose vaginal (habitualmente designada de vaginose bacteriana). Contudo, dados agora publicados apontam para que a vaginite aeróbica, uma condição ainda muito pouco reconhecida, possa ter um papel muito mais preponderante. Assim, em mulheres com alterações major da citologia cervical, foi diagnosticada vaginite aeróbica em 16,9% dos casos, comparativamente a 7,2% naquelas com citologia normal ou alterações minor.

Ler mais aqui.

Fonte: Vieira-Baptista P, Lima-Silva J, Pinto C, Saldanha C, Beires J, Martinez-de-Oliveira J, Donders G. Bacterial vaginosis, aerobic vaginitis, vaginal inflammation and major Pap smear abnormalities. Eur J Clin Microbiol Infect Dis. 2016 Jan 25

Featured Posts
Recent Posts